30_10_portugal

Portugal é o terceiro país mais pacífico do mundo

Portugal é o terceiro país mais pacífico do mundo, num ranking de 163 países liderado pela Islândia e Nova Zelândia, tendo subido duas posições este ano, segundo um relatório internacional.

O Global Peace Index (Índice Global de Paz – GPI) 2017, realizado pelo Instituto para a Economia e Paz (IEP), sediado em Sidnei, indica que a pontuação de Portugal subiu duas posições para o terceiro lugar do ranking, consolidando assim a sua posição como um dos países mais pacíficos do mundo.

O IEP, centro internacional de estudos sobre desenvolvimento humano, considera que Portugal registou “uma melhoria notável”, tendo em conta que há cinco anos ocupava a 16.ª posição.

O relatório destaca que a subida de Portugal para a terceira classificação geral foi determinada por uma recuperação gradual da crise financeira, que resultou numa estabilidade interna no país.
O mesmo documento dá também conta que Portugal melhorou em 12 dos 23 indicadores do Índice Global de Paz, nomeadamente nas importações de armas e manifestações violentas.

Embora tenha melhorado nas importações de armas, este indicador ainda permanece com uma pontuação negativa.

“Além do aumento das importações de armas (principal indicador que contribuiu para a pontuação negativa) e do número de agentes da segurança interna e de polícias por 100.000 habitantes, todos os outros indicadores melhoraram ou permanecem inalterados este ano”, refere o relatório.

O documento sublinha também os melhoramentos registados na taxa de homicídios e na instabilidade política, além de estar a recuperar gradualmente de uma crise financeira.
O IEP indica igualmente que as restrições orçamentais contribuíram para uma redução das operações militares no exterior e no tamanho das Forças Armadas, tornando Portugal num dos países do mundo com menor domínio militar.

O GPI realça ainda que a Europa é a região mais pacífica do mundo, tendo Portugal registado a maior subida neste continente.

O Índice Global de Paz melhorou ligeiramente este ano, algo que acontece pela primeira vez desde 2014, correspondendo a subidas dos indicadores em seis das nove zonas geográficas analisadas.

No topo da tabela estão a Islândia, Nova Zelândia, Portugal, Áustria e Dinamarca, enquanto os países menos pacíficos do mundo continuam a ser a Síria, Afeganistão, Iraque, Sudão e Iémen.

Fonte: Jornal de Negócios